Banner topo
Chakalaka: clássico prato da África do Sul

GIRO GASTRONÔMICO 
 
Dicas e receitas com o chef Rogério Lisbôa. 
No BandNews Brasília 1a edição.
 
Chakalaka - África do Sul
 
Chakalaka é um acompanhamento ou pode ser considerado, também, um molho levemente apimentado da culinária sul-africana. Geralmente é servido com pão ou até mesmo com o que eles chamam de "mealie pap", uma espécie de angu, polenta, uma mistura de fubá com água, mas cozido um pouquinho mais para ficar mais consistente. O chakalaka também pode ser servido como molho para frango, peixe e também como acompanhamento de churrascos.
 
A história dele é interessante. Dizem que o prato nasceu nas favelas sul africanas. Os empregados das minas da região de Johannesburgo começaram a misturar legumes nas latinhas de feijão com molho de tomate - as baked beans -  para variar um a vez ou outra o cardápio. Se transformava em uma refeição barata, nutritiva e que hoje faz parte do dia a dia do povo sul-africano.
 
Ingredientes
 
10 porções
 
1/2 xícara (chá) de óleo de canola ou de milho
2 colheres (sopa) de gengibre fresco picado
2 colheres (sopa) de alho amassado,
3 pimentas vermelhas sem sementes bem picada (opcional, varie a intensidade do prato eliminando a pimenta, diminuindo a quantidade ou aumentando, conforme gosto pessoal)
4 cebolas picadas
1/2 kg de tomate picado grosseiramente
1 pimentão verde picado
2 pimentões vermelhos picados
2 colheres de sopa de curry
3 cenouras raladas
1 lata de feijão com molho de tomate (não é difícil encontrar, caso contrário, faça o nosso feijão carioquinha (marrom) e utilize na preparação)
1 colher (sopa) de coentro fresco picado.
Sal a gosto
Pimenta do reino preta moída na hora a gosto
 
Preparo
 
Refogue o alho, a pimenta vermelha (se estiver usando), a cebola e o gengibre no óleo escolhido. Adicione então o curry e misture bem. Acrescente os tomates e cozinhe em fogo baixo por 10 minutos.
Coloque os pimentões e a cenoura. Cozinhe, em fogo baixo, por mais 10 minutos. Mexendo uma vez ou outra.
Acrescente o feijão com molho de tomate e continue a cozinhar até a mistura reduzir um pouco, ficar mais grossa, mais espessa.
Retire do fogo e adicione o coentro fresco. Corrija o sal e a pimenta do reino recém moída.
Sirva logo a seguir o chakalaka com cous-couz, uma boa polenta ou simplesmente um pão com casquinha crocante para aproveitar todo o molho.